17.6.05

and you might say it's self-indulgent
you might say it's self-destructive
but, you see, it's more productive
than if i were to be... healthy.

se eu pudesse escrever o que eu quisesse, eu queria escrever uma fogueira ou uma manhã de sol & vento. ou um esmalte de carmim fosco. ou uma curva fechada. ou uma estante entulhada de traquitanas. ou enjôo. ou um banho quente demais. eu não queria fazer essas coisas, não queria usar essas coisas, não queria sentir essas coisas. não. não a descrição das coisas, não a narração dos atos, mas sim escrever as coisas, elas, as coisas-elas-mesmas, concretas, plenas.

mas não.

só sei narrar, dissertar, comentar, descrever, elencar, versar etc e olhe lá, é, então, identifique o gênero, folheie, tateie, se pegue com a cor-po-rei-da-de da palavra, mas não dá, é só história, porque, bem.

[ontem eu fui na festa junina com músicas péssimas e aí tomei vinho quente e aí tirei os óculos e nem achei a laetitia e por isso não sei se tinha aula hoje de manhã (não que ela também fosse saber) e aí nem fui apesar de não ter acordado tão tarde assim como imaginei que devido a ter chegado chego muito tarde ou cedo e tão cansada quem diria que é possível ser tão ágil & versátil em um carro tão pequeno enquanto esbarram nos pára-choques acho que metade da unicamp deve ter visto minha bunda ou pelo menos poxa que coxa porque a saia né tão bonito a sirene azul e que pé-de-moleque mais vagabundo que vagabunda só apronta um ovo aquele lugar um bando de conhecido que eu tinha quase esquecido e pensei em você liloca mas nem sei quando nem quanto mas talvez foi porque era tão bom e doce o gosto e as frutas no vinho e o frio nas pernas lembra da festa no ifch em 2001, amor, quando você manchou a calça de mostarda e era dia dos namorados nem ganhei presente esse ano hey tocou allright we-are-young-we-are-free e uhu uma voltinha adivinha se lá não tava o DCB e até acenou pra mim tomara que e então eu ainda tenho prova daqui a pouco e vou tomar banho também e quando etc. etc. etc.]

No comments: