15.3.05

close the door

all the people look well in the dark
& if you close the door,
the night could last forever.
(i'd never have to see the day again)

eu devia ter ido pra casa quando começaram a cair os raios e eu desci correndo pela garoa e pela calçada e fui parar no ponto de ônibus. mas não, claro, claro que eu tinha que ir pra biblioteca e depois lutar com o casaco enquanto ia subindo pelo caminho errado e vestindo a mochila como se fosse uma camisa de força.

eu tô cansada, porque o mundo não tá me pagando pra isso não. eu pus a inscrição pro Grande Mestrado em XXX no correio (último dia, claro) e foram-se 15 reais que poderiam ter sido economizados (cê acha que vão me chamar pra fazer a prova in loco e me permitir estar nos arredores do lugar certo, na hora certa, e ir ? acho que não, hein). não custa tentar, você me diz, e eu digo, custa, quinze reais e mais o dinheiro das trocentas cópias e mais meu suor e a baba pra convencer os Grandes Professores a escreverem cartas de recomendação (eu sou parte do 2% melhor, disse um, ho ho ho) e tudo, tudo isso, o blablablá et al. e os quinze reais, os quinze reais. eu queria um master grill george foreman pra esquentar a pizza gelada, mas tenho? nããão.

bouhouhou _o>

quero ir pra casinha & fechar a porta & ficar no meu quarto aumentado devido ao reajuste da cama & deitar por cima dos cobertores no chão (vamos lá, finja que eles não estão molhados por causa da chuva que entrou por baixo da sacada) & ficar no escuro, porque é isso que meu estereótipo me manda fazer.

No comments: