14.2.05

acho que tudo bem

having learned my lesson
i never left... an impression on anyone.

Bu.

Fiquei pensando que isso aqui era perda de tempo. Aí pensei mais e vi que tudo que eu fazia parecia perda de tempo, assim como tudo que eu penso, quero, pretendo ou posso fazer. Quando eu disse 'eu já fiz tudo o que podia', me disseram 'agora faça o que não pode, então'. Aí fiz, mas até o que eu não posso parecia perda de tempo. Concluí que a vida é uma Grande Perda de Tempo, assim como uma Seqüência de Pessoas Dizendo Adeus e um Bolo de Chocolate que Não Esfria, e, Se Comido, Causa Dor de Barriga.

Procurei aconselhamento & consolo nos meus oráculos pessoais, tudo no repeat. Andei andei andei. Li li li. Ouvi ouvi ouvi. Pensei pensei pensei. Falei falei falei. O Eliot me lembrou, 'hey, se esperte, gênio: tempo é sempre tempo, lugar é sempre e só lugar, e o que é, é só num lugar e num tempo (específicos, duh). let's rejoice!'. E eu dei aquele tapa na testa e disse, 'oops, é mesmo'. Lembrei lembrei lembrei. Eu ousarei? Eu ousarei. Me intrigo, sim, que as coisas são só na hora que são, e, portanto, não são, estão. Mas. Hm. Acho que tudo bem.

E, nesse tempo & nesse lugar, eu estou de volta. All hail.

ps. não fez parte da minha revolta & meditação quase-zen apagar todos os comentários, isso foi um hacker idiota que fez, invandindo um servidor inocente -_-

No comments: