14.12.04

uma moeda para o barqueiro

that's what hell will be like,
small chat to the babbling of Lethe
about the good old days
when we wished we were dead

e quem sabe no futuro eu vou me arrepender por estar triste num dia tão bonito, com o céu limpo, com as praças com aranhas vermelhas minúsculas e lagartos escuros moendo folhas, com um seio dormindo quente na palma da minha mão. vou ficar pensando nesses dias em que me amavam, em que eu corria pra fazer coisas, em que eu não dormia pra falar com pessoas, em que eu montava listas que me faziam rir, em que pilhas de livros e papéis cercavam a minha cama, em que eu roncava quando ria, em que eu achava um castigo pros outros que eu não soltasse o cabelo, em que eu tinha marcas roxas nos dedos de escrever, em que as ameixas cor de púrpura estouravam na minha boca.

o inferno sou eu.

No comments: