13.9.04

something something

"O my car men, my little car men!
something something, those something nights,
and the stars, and the cars, and the bars, and the barmen -
and, O my charmin', our dreadful fights,
and the something town where so gaily, arm in
arm, we went, and our final row,
and the gun I killed you with, O my car men,
the gun I am now holding"

...e eu achei uma árvore de pitanga.

ah, se você estivesse comigo, littlecarmen, pra gente discutir nas esquinas e se cutucar e falar palavrão, O, O, O, woe is me, perco quase todas as nossas apostas mas eu juro que me esforço. mesmo quando eu sou malcriadinha e mostro o dedo feio, nem é Falta de Respeito (bem grandão), você sabe.

de um em um, de dois em dois, de três em três, desde o começo você, littlecarmen, era uma miragem de braço dado com outra pessoa. ah, littlebarman (cheio de vodka conhaque vinho do avô), por quem mais eu encheria a cara e correria todas as ruas com uma .32 automatic?

só por você! isso é amor.

No comments: