16.8.04

a observadora

she said: 'eh, I know you, and you cannot sing'
i said: 'that's nothing - you should hear me play piano'

me sinto muito visual ultimamente, não consigo escrever, só penso em imagens. click. vejo gente com chapéu de chef de cuisine na rua e vejo meus peitos e vejo papéis e vejo cões e vejo zeppelins e vejo pernas equilibradas em saltos e vejo copos amassados e vejo carros vazios e vejo cores e vejo árvores sem folhas e vejo você e vejo páginas & páginas de texto e vejo farelos e vejo através dos meus óculos.

até sinto de modo tátil, inclusive, mas isso todo mundo sabe, que eu sou muito física de pegar e apertar. e tenho fixação oral. tudo vai pra boca, já comi uma tampa e meia de caneta no meu trabalho (comer mesmo, de fazer sumir), fico lambendo e chupando meus lábios sem parar, mastigo fio papel plástico e até comida, mordo meus braços e pernas e ah, é uma pena que eu não alcance muito mais.

mas tenho que escrever, tenho que escrever, que vou continuar a monografia e as aulas na escolinha voltam quinta-feira. e com a única matéria decente do semestre, ainda por cima. (yupi que alguém [::baba em cima dos escritos alheios::] vai fazer as well). talvez, eu penso, seja a última matéria legal que eu faça na unicampe. talvez não, também.

whaaaaaaaa.

ps. e pra quem sempre quis saber quais as medidas do meu útero, lá vão: 6,9 x 3,9 x 2,4cm.

pps. take me down to the paradise city, where the grass is green & the girls are pretty.

ppps. click!

No comments: