25.7.04

i'd rather be reading

tinha um site (que infelizmente não existe mais) com uns cartões ótimos. tinha o 'i love you with or without you pants', o 'you make me feel stupid and needy, i know it's not attractive, i'm sorry', o 'i always make passes at girls who wear glasses'.

o meu preferido era o 'i'd rather be reading'.

sabem, eu preferia estar lendo.

tem gentes interessantes, um bocado interessantes. mas mesmo com essas gentes, eu preciso me esforçar pra cruzar a Grande Barreira. assim, me debruçar no espaço. atravessar o vão entre os seres. esticar o braço, a voz, o pensamento. além das minhas habilidades sociais nulas (ou quiçá negativas), tem o fato de a minha experiência no mundo dizer que geralmente não vale a pena.

não vale a pena. eu preferia estar lendo.

mais prazer, menos esforço, bem mais interesse.

não tô falando que eu sou superior, uau, roar roar, boazona no topo do mundo e os mortais se arrastando lá embaixo com suas casinhas de caramujo. nah. tô falando que quase ninguém me interessa o suficiente. e se você não me interessa, não quer dizer que não vá interessar ninguém, né? tem gosto pra tudo nesse mundo.

assim, pra mim, a maioria é tanto faz. e se é tanto faz, tem outras coisas que eu preferia estar fazendo do que gastando meu tempo com eles. corrompendo o que o morrissey diz, why would i give valuable time to people whom i don't care if they live or die?

claro, cada um tem suas reações específicas com quem é, hm, tanto faz. tem gente que acha mais fácil deixar o fulano dar uma chupadinha do que se dar ao trabalho de usar os dois braços pra empurrar o outro pra longe. acontece. e isso até me intriga um pouco, mas vai saber... talvez eu seja a anormal da história mesmo.

às vezes, eu sei, a gente não tem muito mais o que fazer. aparece alguém com um sorvete ou um par de lábios ou uma fita de vídeo ou hormônios ou uma piada. até vai. bom pra desencanar. álcool. mas eu, ah, eu preferia estar lendo.

No comments: