14.6.04

canção a penélope

eu juro que queria fazer um post contando do feriado e ajuntar uns diálogos interessantes e tudo, mas primeiro...



--

canção a penélope

"let me go," she said
"let me go," she said
let me go and i will want you.


as sereias todas têm mau hálito
e a circe era uma poserzinha do caralho.
a própria afrodite não tem metade do teu charme,
a tal helena tinha tanta personalidade
quanto um garfo. dos baratos.
não sei bem como retornar
a um lugar que nunca deixei
(teu coração quente e roído, P.)
mas eu juro
volto
volto
volto.
no meu corpo, o cheiro do mar
vai aos poucos substituindo o teu.
me espera afundada nas tuas tranças?
nos teus tapetes?
nas tuas tramas trançadas
de beijos, de bytes, de bolachas recheadas...?
teus pretendentes todos implorando,
se arrastando,
(eu sei, você não diz sempre não)
serpenteando entre as tuas pernas
sibilando contra a tua pele...
e meu nome preso nos teus lábios.
ítaca é só uma desculpa,
é pra você que a bússola aponta.
o mar vomita ondas sem parar,
e tenho marcas de mãos alheias nos meus ombros.
mas
queria era estar com você,
agora & depois & antes também.
o resto é só blá blá blá,
pode ter certeza.

No comments: