3.6.04

notas



juntei umas notas que eu fiz durante a semana, lá no meu trabalho. na minha mesa escondidinha, dentro do aquário, eu tenho acesso a canetasmulticores e quanto papel eu conseguir escrever em cima. dá no que dá. vem coisa na minha cabeça, acho citações, tropeço em palavras interessantes no dicionário, lembro de música. coisas coisas coisas.

o conteúdo dessa nota aí em cima:

de vinho, de poesia ou de virtude, como achardes melhor é o Baudelaire dizendo que eu devo me embriagar. o tempo todo.

pneumotorax cof cof é o manuel bandeira nesses dias frios em que entra chuva por baixo da porta e vendo por baixo da blusa.

blow up / ampliação de det. de fotografia é a definição do amigo aurélio.

fry lechery é o shakespeare me perturbando pela minha luxúria por ter ficado excitada encostando sem querer a mão na boca enquanto mordia uma caneta. fry lechery, fry!

mea culpa, mea maxima culpa
as cordas macetando o corpo
lambendo rastros em baixo relevo
yes, lick me all oveeer

mais um trecho da minha poesia multilingue provisoriamente chamada 'gozo em babel' que se constrói & destrói faz uma semana.

resquiescat in pace, descanse em paz, amiguinho. mais uma anotação pra ... em babel.

espicaçar ou atormentar com alguma coisa que, aparente a vista, excite o desejo de possui-la, frustrando-se esse desejo continuamente por manter o objeto fora de alcance. tantalizar, uau.

No comments: