21.4.04

assisti almost famous. o protagonista, o jornalistazinho adolescente, é a cara de alguém que eu conheço & tinha até esquecido que existia, assim como você esquece que tem um par de meias xadrez ou um tio gago.

aí eu penso, como é que alguém que foi importante & me fez literamente tremer pode deixar de existir por semanas, meses? se não fosse o filme, ele ia continuar no limbo. juro, o sujeito do filme até fazia os mesmos gestos do mesmo jeito, a risada, a indignação, mexer no cabelo. parecia um fantasma.

o fantasma de alguém vivo, uau.

me sinto estranha, vendo as coisas & pessoas passarem por mim assim. não é só sobre ele, mas sobre outras pessoas também, sobre ela também. eu já posso ouvir músicas da alanis morissette sem desabar e posso até usar as roupas. você já usou a roupa de alguém morto?

será que algum dia eu me importei? at first i thought there were things about her i would never forget, but in the end all i could think about was...

me importei, me importo. é só esse jeito que...

::suspira::

No comments: