30.3.04

don't try to say to me
that this was never meant to be
'cos the days are long where i come from
the next few days i'm free
there's a train i want to catch
but it won't leave here for a while



se tanto faz... tanto faz?

as coisas precisam ter por que? a pergunta é não é mais 'por que?' e sim 'por que não?' se uma coisa é tanto faz? se não tem motivo pra não fazer, é pra fazer? se a sua vontade é indiferente, se o desejo paira em algum outro país imaginário e não se pronuncia & nem se opõe, precisa ter motivo?

por que?

e por que não?

maybe, maybe not, maybe, maybe not.

um aceno uns passos apressados um vento súbito um chocolate quente duas mãos juntas um livro velho filmes legendados risada abafada lábios mordidos noites inteiras meia-noite escuro&claro. por que não?

maybe, maybe not.

silêncio tictac a beirada do tapete virado o ônibus demora dedos melados ar blasé o imperador o enforcado a lua o cão com raiva. tanto faz, por que não?

uma noite qualquer, um dia qualquer. tanto faz.

maybe, maybe not.

No comments: