3.1.04

"and taken by light in her arms at long and dear last
i may without fail
suffer the first vision that set fire to the stars"

eu sou uma má garota, porque fiquei negligenciando o blogue um tempão. claro, eu tenho meus motivos e sei lá, mas eu queria ter feito um post legal de fim de ano, ou pelo menos comentado coisas que eu andei pensando & fazendo nos últimos tempos.

pois bem.

meu apartamento está 90% certo. segunda eu vou pra campinas levar o contrato assinado e fazer minha mudança. a idéia de morar sozinha, só eu & minhas coisas me deixa até sem fôlego. fiz lista de pôsteres que quero imprimir pra colar nas paredes e estou pintando um quadro. fazia tempo que eu não pintava, e o cheiro da tinta ainda é inebriante, assim como ficar com os dedos azuis também.

minha família está me apoiando bastante, visto que eu perdi o emprego e eles vão ter que me ajudar um pouco. ou até bastante, e apesar disso, eles nem tentaram me dissuadir de nada. yupi. e meu ermão, do topo de seus 2 anos e meio tem umas tiradas de matar. além de ser lindo, claro. deve ser genético :P

b00ster. não foram poucas as vezes em que eu falei pro R. "vamo pra casa?", como se fosse nossa. sei que nem é e que não é tão agora que vai ser, mas é gostoso ver um reflexo meu nos móveis & nos cantos & nos ecos. assim como é gostoso não ser a namoradinha dele & sim ser a bulher pela qual ele é louco. se vocês sentissem o que eu sinto qundo ele encosta em mim, iam entender porque todo o conhaque que eu preciso engolir vale a pena. e também iam entender que eu sou eu, ele é ele, e os outros são os outros. sem drama.

sem drama, tomei sorvete com o Sh. e fiquei com cobertura até na sobrancelha. a , com toda a sua fobia por baba, ia ficar escandalizada. assustamos uns corredores dexavisados com tombos repentinos, agitações em geral e minhas gargalhadas típicas. até fiz xixi no banheiro dele, depois, vejam a intimidade! :)

no reveillon, eu jantei na raisama com gentes. é mau dizer que eu fiquei sentindo falta de alguém como se tivessem me arrancado um braço? porque fiquei. teve comilança, música e perdi aposta. tive que dar uma de stripper iguel a mulherzinha do clipe de IJDKWTDWM, mas em compensação, alguém brincou de humbert & dolores comigo e pintou as unhas do pé, mais tarde.

então, não sei direito resumir ou comentar 2003. algumas coisas, as mais importantes & interessantes possivelmente, não se medem em dias e meses, e tanto faz. tchau 2003, oi 2004. ainda tô aqui, assim. esse assim diferente o tempo todo, seja lá em que ele for medido. sinto o novelo da vida se desenrolando nas minhas mãos de dedos roídos, e gosto. me chamem de piegas, mas eu estou razoavelmente feliz.

:: sorri & acena::

ps. o último post foi do ricardo. ha-ha-ha. até parece que eu ia ter saudade de campinas plenas duas da manhã, só de calcinha rosa.

pps. a gente roubou uma coisa do albanaz, mas prometemos que vamos devolver em breve. de verdade. era caso de vida ou morte, segundo o ricardo.

No comments: